Nova tabela de cargos e salários da ABRADI

Posted on

A demanda por profissionais especializados em marketing digital é uma das que mais cresce no Brasil acompanhando o crescimento do mercado em expansão. Estar na internet passou de ser opcional já faz tempo, é obrigação de qualquer empresa que não quer ficar pra trás. Pensar em uma estratégia que combine canais de comunicação com uma linha única de criação não é função para pessoas despreparadas. As agências já entenderam que a prestação de serviço é tão importante como a compra de mídia e a necessidade de profissionais específicos para cada área nunca foi tão importante. Com isso, a definição de funções se fez necessária para esse novo cenário.

cargos-salarios

  • Share

Tinder, o e-commerce do amor.

Posted on

Novidade ainda para muita gente, o Tinder é um aplicativo que você provavelmente vai acabar usando nos próximos meses. Seja pela curiosidade, pelo trabalho ou pela vontade de conhecer gente nova que mora perto de você, assim como diz o slogan “Find out who likes you nearby.” (Encontre quem está por perto que gosta de você.)

O aplicativo funciona através GPS. Depois de configurar se você quer ver perfis de homens ou mulheres (ou ambos, para algumas pessoas) e a idade desejada ele te apresenta em forma de slides as fotos da sua seleção. Logo abaixo da foto principal aparecem dois botões, um “X” vermelho e um coração verde.

 tinder 1 tinder 2

  • Share

This is your LIFE

Posted on

This is your LIFE. Do what you love, and do it often. If you don’t like somethings, change it. If you don’t like your job, QUIT. If you don’t have

  • Share

Por que não aceitamos mudar?

Posted on

Essa semana estou lendo um livro muito interessante de estudos realizados sobre como nosso cérebro processa a informação na hora de decisão de compra. O autor se diz um guru do neuromarketing e especialista em inovação. Achei válido compartilhar um trecho do livro.

Porque não conseguimos mudar algo que sabemos que devemos (e queremos) mudar?

Existe um estudo importante da Universidade Harvard em que um dos objetivos era entender o que faz com que as pessoas não mudem. Graças a esse estudo, descobriu-se que, no momento de conflito para tomar decisões ou fazer as coisas de forma diferente, o cérebro gasta muito mais energia. Ou seja, questionar-se e modificar a forma como resolvemos e fazemos as coisas é bastante desgastante.

foto 2(1)

  • Share